Karma, relatou sua experiência como Sugar Baby em um fórum de discussão sobre relacionamento sugar. A jovem conta que nunca teve boa relação com o pai e descobriu o que era amor quando acolhida pelo Sugar Daddy. “Estou namorando com um homem que tem 15 anos a mais que eu. Você pode me jugar, mas eu não ligo. Eu realmente o amo”, escreveu em sua conta.

Ela ainda destaca o valor afetivo que os dois têm e quão saudável é o relacionamento entre ambos. “Meu sugar daddy me escuta quando falo com ele, me encoraja e ajuda com meus objetivos acadêmicos e na vida profissional”, contou.

A Sugar Baby revelou as dificuldades que existiam na relação com o pai. Ele escolheu o curso que ela deveria fazer na faculdade. Além de não gostar de ajuda-la financeiramente, até mesmo para comer. Entretanto, dinheiro para seu irmão mais novo nunca faltou, relata a jovem. “Meu pai me forçou a fazer a faculdade que ele julgou melhor. Eu estava ansiosa, depressiva e me sentia miserável naquele curso. Perdi muita coisa com a falta de amor e empatia por parte dele. Ele odeia me ajudar com algum dinheiro, até para me alimentar. Porém, para o meu irmão mais novo, ou melhor, o filho de ouro como é chamado, nunca falta nada”, desabafou Karma.

“Devida a pressão que ele sempre colocou em mim, eu nunca mais pedi nenhuma ajuda, não importa quão pequena ou necessária poderia ser. Então arrumei diversos trabalhos temporários, todos uma merda! Enquanto meu irmão tinha tudo o que queria sem nunca fazer nada”, completou.

Em contraponto, ela diz que a partir do relacionamento com o sugar daddy, conseguiu superar as tristezas e os problemas psicológicos que vinham da péssima relação com seu progenitor. “Agora minha ansiedade é para ir viajar com o homem que amo, eu nunca fui acostumada a viajar com alguém”, afirmou.

O daddy faz questão de ajuda-la financeiramente. Uber, bebidas, hotéis e faculdade, agora o curso que ela escolheu, são alguns dos exemplos que ele paga para a jovem. A baby chega a brincar que sente “ciúmes” da filha dele. “Não por ela ser rica, mas pelo seu pai ama-la e ajuda-la em todas as suas escolhas. Ela consegue viver a vida e tomar as próprias decisões, ele sempre estará lá para dar o suporte necessário”, conta a baby.

A jovem termina o relato dizendo que não acredita que seu verdadeiro pai a ama. “Eu não me lembro de uma única vez dele dizendo que me amava, bem diferente do meu sugar daddy. Sou muito grata por ter conhecido uma pessoa tão especial e que cuida de mim como ninguém um dia havia feito. ”, concluiu

Encontre um Sugar Daddy ou uma Sugar Baby no site de relacionamento sugar que mais cresce no Brasil!

cadastre-se