Conheça a origem do termo Sugar Daddy. A palavra é usada no estilo de relacionamento sugar, que é novidade no Brasil. A expressão surgiu em 1908 na Califórnia.

Origem do termo Sugar Daddy– Nos últimos anos as relações tradicionais têm se revolucionado, dando lugar a novos tipos de relacionamentos, como o amor livre, relacionamento aberto, poliamor e também o relacionamento Sugar. Os Sugar Daddies(homens maduros e bem-sucedidos) buscam as Sugar Babies (mulheres jovens, atraentes e ambiciosas) para mima-las.

O conceito desse relacionamento não é novo. A expressão Sugar Daddy surgiu em 1908, com o casamento de Adolph Spreckles, de 51 anos, herdeiro de uma fábrica de açúcar, com a jovem de 27 anos, Alma de Bretteville, que o chamava pelo termo (que em português significa “Papai de Açúcar), desde então, os americanos o adotaram para classificar como patrocinador e patrocinada em termos morais e sociais.

 

Alma de Bretteville e Adolph Spreckles
Alma de Bretteville e Adolph Spreckles

Nos últimos anos, criou-se um mercado em torno de pessoas que buscam um relacionamento benéfico para ambos, onde dinheiro não é um tabu. Diversos sites de relacionamentos especializados no segmento surgiram, prometendo efetividade e benefícios para ambas as partes.  Aqui no Brasil, a Rede Social, Universo Sugar, promove a união entre os Sugar Daddies e as Sugar Babies.

Esse mercado chegou ao Brasil em 2016, e desde então têm conquistado cada vez mais adeptos e reunido diversos casais com interesses em comum. A diferença entre esse tipo de relação e as relações tradicionais está no imediatismo das condições acordadas. Os casais que aderem a esse tipo de ralação, ficam totalmente cientes do seu papel e das expectativas do parceiro.

Para a relação funcionar, o Sugar Daddy deve ser generoso financeiramente com a sua Sugar Baby, enquanto essa será sua companheira.

Compartilhe