Sugar Baby mãe no relacionamento sugar

Sou Mãe, posso ser uma Sugar Baby em um relacionamento sugar? Essa é um dúvida comum dentro do Universo Sugar. Para responder a estes questionamentos, temos algumas considerações:

O relacionamento sugar é como uma relação como outra qualquer, e o que a diferencia, são os critérios estabelecidos desde o início da união do casal sugar. O fator da existência de um filho em nada muda a condição. Entretanto, a Sugar Baby não deve omitir essa informação do Sugar Daddy. Essa transparência é indispensável que exista desde o início neste estilo de relação.

Não é aconselhável apresentar o filho para o Sugar Daddy de imediato. O ideal é  apresenta-lo quando estiver segura e com mais liberdade na relação. O melhor é deixar as coisas avançarem entre você e o Sugar Daddy. Estabeleça o laço afetivo com o Daddy, e somente depois envolva o filho na relação. Mesmo porque, você terá que administrar seu tempo de mãe, ao tempo que você poderá dispor para o Sugar Daddy.

Quando se é mãe, as conversas parecem sempre acabar girando em torno de seus filhos. No entanto, esse é um tema não pode ser constante durante os encontro sugar. Evite falar sempre dos filhos quando for sair com o Sugar Daddy. Quando você começa um relacionamento, o Daddy quer vê-la de uma forma mais leve, saber dos seus gostos. Sua personalidade.  E falar sobre os filhos pode acabar desviando o foco ou diminuindo o interesse.

Um verdadeiro Sugar Daddy não deve exigir que você abdique da sua função de mãe para se disponibilizar exclusivamente para ele. Se isto acontecer, ele deverá entender que a prioridade da Sugar Baby será de seus filhos. Pode acontecer disto não ocorrer, e neste caso, você deverá optar por aceitar ou não este envolvimento.

Compartilhe